Pré Operatório


1- Depois de tomada em conjunto medico-paciente a decisão de realizar o tratamento cirúrgico é realizado exames pré-operatórios e avaliação do cardiologista.

2- Se você tem um plano de saúde é feito um pedido de autorização à sua companhia no dia em que se definiu a data da cirurgia.

3- Comprar tipoia estabilizadora.

4- Na semana anterior à cirurgia caso adquira alguma doença como gripe, resfriado, febre ou qualquer evento que interfira na cirurgia avise o Dr. João Artoni ou a clinica São Lucas, fone 33348471.

5- NÃO FUMAR E NÃO INGERIR BEBIDAS ALCOOLICAS NESTE PERIODO; pois aumenta o risco de infecção pós-operatória e de não cicatrização das lesões.

6- A maioria dos doentes entra no hospital no próprio dia da cirurgia.

7- Para realizar este procedimento há 3 possibilidades de anestesia. Anestesia Geral, Anestesia por bloqueio regional (só o ombro e o braço ficam anestesiados e está consciente) ou anestesia combinada (não sente o braço mas é sedado pelo que não está consciente). A escolha do tipo de anestesia está condicionada à sua saúde global e será discutido numa consulta.

8- É previsível que fique internado apenas um dia. No pós-operatório imediato, se for efetuada anestesia por bloqueio regional ou combinada você não vai sentir o braço por um período que se pode prolongar por 12 horas.

9- No dia da alta, você recebe a data do primeiro retorno entre 7 a 14 dias da cirurgia, recebe a prescrição medicação para as dores e antibiótico. Terá alta com a tipoia, podendo retirá-la para se vestir, fazer a sua higiene pessoal e realizar exercícios indicados pelo seu médico.



Pós Operatório


1- Durante a intervenção cirúrgica foram realizadas reparações ligamentares e musculares com o objetivo de resolver as suas queixas, mas para o seu sucesso é fundamental que se respeitem os períodos de cicatrização das mesmas. Assim Tipoia deve ser usado de dia e de noite durante 4 a 6 semanas, retirando progressivamente sob orientação do Dr. João Artoni.

2- O curativo deve ser feito apenas com rifocina spray ou mertiolate, e estar sempre protegido;

3- Colocar gelo sobre o ombro nos primeiros dias 3 a 4 vezes, por 20 minutos;

4- Durante a primeira semana de pós-operatório o principal objetivo é o controle da dor, sendo nesta fase importante respeitar a medicação que foi prescrita pelo seu médico. Deve ter a noção que a eficácia de determinado analgésico é relacionada com a intensidade da dor, pelo que não existe qualquer benefício em deixar a dor chegar a níveis muito elevados antes de tomar o analgésico, que poderá já não ser suficiente para deixá-lo confortável.

5- Em cirurgias por vídeoartroscopia devido a infusão de soro fisiológico no ato cirúrgico o ombro pode demorar ate 48 horas regredir o edema, ou seja, desinchar; Pode aparecer hematomas no cotovelo no pós operatório muito comum nas fraturas do ombro;

6- Pode retirar a tipoia sem nenhum risco para se lavar, vestir e despir;

7- Movimentar com frequência dedos da mão, punho, cotovelo e pescoço para impedir que estas articulações fiquem rígidas ou que os músculos em redor atrofiem em excesso (ver figura 1);

8- A consulta para o primeiro retorno e retirar pontos deve ser entre os 7 e 15 dias após cirurgia;

9- NÃO FUMAR E NÃO INGERIR BEBIDAS ALCOOLICAS NESTE PERIODO; pois aumenta o risco de infecção pós-operatória e de não cicatrização das lesões.

10- Evitar alimentos industrializados em excesso, dar preferência a alimentos leves e ricos em proteína, isso e muito importante para cicatrização da ferida

11- Caso tenha febre, mal estar, manchas vermelhas no corpo ou dor que não cessa com medicações procurar o pronto socorro da Clinica São Lucas durante o dia e Santa Casa no período da noite.